• VTEM Image Show

    LASERTERAPIA

    Curso de Capacitação Clínica
  • VTEM Image Show

    TERAPIA CAPILAR

    Somente Técnicas
  • VTEM Image Show

    Luz Intensa Pulsada

    Curso Teórico-Prático

Laserterapia com Excelência

 

Soft Laser

Consulte conosco equipamentos de qualidade para você.
 

ND-YAG

Consulte conosco equipamentos de qualidade para você.
 

CO2 Fracionado

Consulte conosco equipamentos de qualidade para você.
 

Cavitação

Consulte conosco equipamentos de qualidade para você.
 

Criolipólise

Consulte conosco equipamentos de qualidade para você.
 

Luz Intensa Pulsada

Consulte conosco equipamentos de qualidade para você.

Cosmético Foto Ativado

Existem diversos princípios a serem respeitados na confecção do cosmético fotoativado, assim como, no laser a ser empregado e também o protocolo a ser empregado.

Cosmético Foto Ativado

 

A proposta do cosmético fotoativado surgiu de outras possibilidades onde a luz é empregada, como por exemplo o clareamento dental e a própria fotossíntese. A luz, dentre tantos outros atributos físicos, é reconhecidamente uma energia de ativação. Toda reação química consome uma quantidade de energia, energia esta conhecida por energia de ativação que gira em torno de 1.6 eV. A energia dos fótons são indutoras de trabalho e neste contexto algumas leis da fotoquímica são estabelecidas como a Lei de Stark-Einstein (ou lei da fotoequivalência),  Lei de Arnidt-Shultz, Lei de Beer-Lambert, Efeito Fotoenergético, etc.

Minha ideia foi acrescer corantes (cromóforos) aos cosméticos para torna-los fotoaceptivos a comprimentos de ondas que, por si só, já induz o incremento de colágeno e elastina. Por outro lado, a luz entraria como energia de trabalho sobre o cosmético, maximizando suas reações nas funções dos ativos.

É preciso, entretanto, entender como esse processo se desencadeia e quais são suas sobras. Não é pelo fato de ser adicionado um inocente corante alimentício que os resultados estão assegurados, haja visto que a maioria deles produz uma quantidade exacerbada de radicais livres ao serem irradiados.

Minha preocupação é com as empresas ávidas por dinheiro a qualquer custo e não sabem o que estão fazendo. Seus químicos podem entender muito bem sobre cosméticos e seus ativos, mas a fotônica é para poucos, e neste meio ela é inexistente.

Portanto, profissionais, sejam cautelosos. Prudência nunca é demais. Abusando do domínio de seus recursos químicos “sinderélicos”, jogando mais com fármacos do que cosméticos, acabam induzindo a resultados que a curto prazo beneficia, mas a longo prazo são iatrogênicos.

 

Na dúvida, talvez eu possa ajuda-los.

Equipamentos

Conheça o Instituto que é referência no Brasil

Dezenas de milhares de esqueletos tornam-se cinzas quando um general alcança sua fama.